Sabemos onde estamos, mas, com este Pobre País, não sabemos para onde vamos. Portugal, Alenquer, Desporto e fotos de viagens.

Links

Terça-feira, 14 de Junho de 2005

Negócio fechado

PSD e CDS fecham coligação em Alenquer.

Parabéns ao Diogo Correa: Chegou agora e já arranjou um tachinho. Vamos lá ver se não se queima o caldo.

Em 18 de Maio já eu tinha afirmado neste Blog o seguinte: Com o CDS as "negociações" parecem-me fáceis - o CDS não tem ninguém e a inclusão da sua bandeira trará claros benefícios, pois disfarçaria uma hecatombe que muito provavelmente levaria o partido para valores de 1993 (2%). O que afirmei nessa altura confirma-se agora. O engraçado da coisa é saber que o representante do CDS nem reside no Concelho. Mas o importante não é o ser, mas simplesmente parecer.

Agora resta juntar o PPM, que nunca por estes lados existiu, para a risota ser maior.
Publicado por Francisco Martins às 00:13
Link do post | Comentar | Adicionar a favoritos
3 comentários:
De Anónimo a 8 de Julho de 2005 às 20:01
Sr. Gonçalo Corrêa, Tomei conhecimento da tomada de posse de seu irmão como delegado Concelhio do CDS de Alenquer, através da comunicação social local. Ao desfolhar o Nova Verdade li a noticia e, mais tarde, publiquei este "post" sem que me aperceber do erro, tendo-me apercebido de tal apenas quando foi publicado no jornal. Em todo o caso, por este Grave erro aqui fica o meu pedido de desculpas. Finalmente apenas lhe queria comentar o facto de afirmar que não me conhecem. Sabe quem foi cabeça de lista à Assembleia Municipal de Alenquer em 2001? E sabe porventura quem era o mandatário da lista? Dou-lhe uma pista: O Candidato era eu, agora resta tentar apurar quem foi o Mandatário, e depois venha dizer que não me conhecem. Cumprimentos.FM
(http://touqenemposso.blogs.sapo.pt)
(mailto:as1403052@sapo.pt)
De Anónimo a 8 de Julho de 2005 às 00:18
Referiu-se a mim como sendo o candidato do CDS-PP à Câmara, o que não é verdade, já que o candidato é o meu irmão, Gonçalo Corrêa. Não teria qualquer importância se a frase não tivesse sido publicada num jornal local. Não percebo o equívoco, ainda para mais porque não me parece que eu, ou o meu irmão, o conheçamos de algum lugar. Isso mesmo se prova prova pelo comentário que faz sobre o meu irmão. Veja: não há nada a provar sobre a sua ligação à terra que o viu nascer e onde se criou, ele e os seus maiores.

Melhores Cumprimentos

Diogo Corrêa
Diogo Corrêa
</a>
(mailto:diogocorrea@clix.pt)
De Anónimo a 19 de Junho de 2005 às 22:56
Uma farsa é o que éverdade
(http://wwww.yahoo.com)
(mailto:verdade@clix.pt)

Comentar post