Sabemos onde estamos, mas, com este Pobre País, não sabemos para onde vamos. Portugal, Alenquer, Desporto e fotos de viagens.

Links

Terça-feira, 6 de Dezembro de 2005

Campeonato Presidencial - 1ª Jornada; 1º Jogo

Ficha do jogo:
Local:SIC ; Horário:20h 45m ; Tempo Frio e Seco ; Assistência: Por apurar.
Manuel Alegre - Cavaco Silva

Resumo do Jogo:

- Dá-se o inicio do jogo. Depois de uns minutos iniciais em que os adversários se dão a conhecer, sente-se desde logo que será um jogo morno sem grandes motivos para euforias, estilo Italiano.

- Manuel Alegre inicia o seu primeiro ataque (a Soares) ao afirmar que dormirá descansado com Cavaco e que não inventa papões. O ataque é bom mas não resulta em golo, porque o adversário aqui é outro.

- Cavaco Silva, depois de uma acusação de seguir uma política economicista, responde com desenvolvimento e emprego. Golo na própria baliza. 0-1

- Um pouco depois Manuel Alegre fala de Espanha em 1905 e da economia espanhola nessa altura. Mas o que é que isso nos interessa????. Golo na própria baliza. 1-1

- Depois de mais uns minutos de apatia e de um jogo demasiado defensivo de ambos, chegamos ao intervalo.

- Inicia-se a segunda parte com o mesmo ritmo lento e defensivo.

- O assunto entretanto é Europa e a bola teima em permanecer no meio campo sem quaisquer jogadas de perigo. Numa só palavra: Monotonia.

- De repente o tema são salários de políticos e Cavaco Silva, mais uma vez, falha um passe numa zona perigosa, usando de um pouco de demagogia, Alegre isola-se com maior sinceridade, mas o fiscal de linha assinala fora de jogo.

- Falando da Ota, Alegre exagera no floreado defendendo a sua construção e, fruto de um mau atraso, Cavaco Silva aproveita para marcar através do seu lateral, NIM (golo estilo Mantorras que não fez mais que aproveitar a falha para marcar). 1-2

- Já em período de descontos, Cavaco Silva, aproveitando o seu trabalho de casa e em jogada de bola parada, torna a marcar no seu discurso final. 1-3 a favor de Cavaco.

- Final do jogo, com um resultado final exagerado face à quase inexistência de jogadas de ataque de ambas as partes, com uma vitória de Cavaco Silva, fruto de um melhor posicionamento no terreno. Alguma contestação por parte de Manuel Alegre alegando injustiça no resultado final. Arbitragem pouco influente, pecando pela sua permissividade ao longo do jogo, não tendo mostrado um único cartão durante toda a partida. Perante o que vi e devido às regras do jogo, é de prever que os próximos deverão seguir o mesmo rumo calculista e defensivo.

Classificação actual:
1º Cavaco Silva - 1 J - 3M - 1S - 3 Pontos
2º Manuel Alegre- 1 J - 1M - 3S - 0 Pontos
3º Mário Soares, Francisco Louçã, Jerónimo de Sousa (sem quaisquer jogos)
Publicado por Francisco Martins às 00:01
Link do post | Comentar | Adicionar a favoritos
|
------- ALENQUER - PORTUGAL ------- ----------- Francisco Martins ----------- ---------- as1403052@sapo.pt --------- ----------- Carlos J Ferreira ----------- --------- carlos@ferreira.com --------

Translate to

English

Agosto 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
19
20
26

Temas

alenquer

autocaravanismo

benfica

blogs

bulgaria

caricaturas

croacia

desporto

egipto

espanha

fotos

frança

grecia

humor

internacional

italia

livros

mulheres

nacional

nd

ota

pessoal

polonia

romenia

varios

todas as tags

Arquivos

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Posts recentes

Recantos

«tão importantes são os p...

5 - O cantinho Benfiquist...

A Insanidade ao seu mais ...

Confusão

Uma magnífica ideia para ...

É já depois de amanhã

Leste

4 - O Cantinho Benfiquist...

Setúbal não é a Rua Soeir...

webstat

mais sobre mim

blogs SAPO

subscrever feeds