Sabemos onde estamos, mas, com este Pobre País, não sabemos para onde vamos. Portugal, Alenquer, Desporto e fotos de viagens.

Links

Sábado, 2 de Abril de 2005

Um Grande Papa e um Grande homem.

joao_paulo_2.jpg

Karol Józef Wojtyła nasceu em 18 de Maio de 1920 em Wadowice, Sul da Polónia; filho de um antigo oficial do exército dos Habsburgos. A sua juventude foi marcada por intensos contactos com a então ameaçada comunidade judaica de Cracóvia, e pela experiência da ocupação da Alemanha nazi, durante a qual trabalhou numa fábrica de produtos químicos. Atleta, actor e dramaturgo na juventude, Karol Wojtyła foi ordenado sacerdote católico em 1 de Novembro de 1946.

Foi docente de Ética na Universidade Jagieloniana de Cracóvia e subsequentemente na Universidade Católica de Lublin. Em 1958 foi nomeado bispo auxiliar de Cracóvia e quatro anos depois chega ao cargo máximo na sua diocese. Em 30 de Dezembro de 1963 é apontado por Paulo VI como arcebispo, ainda em Cracóvia. Na qualidade de bispo e arcebispo, Wojtyła participa no Concílio Vaticano II, contribuindo para a redacção de documentos que se tornariam no Decreto sobre a Liberdade Religiosa (Dignitatis Humanae) e a Constituição Pastoral da Igreja no Mundo Moderno (Gaudium et Spes), dois dos mais historicamente importantes e influentes resultados do concílio. Foi elevado a Cardeal pelo Papa Paulo VI em 1967.

O conclave que se sucedeu ao inesperado falecimento do Papa João Paulo I foi dominado por duas correntes que tiveram como candidatos o conservador Arcebispo de Génova Giuseppe Siri e o mais liberal Arcebispo de Florença Giovanni Benelli. Crê-se que a eleição de Karol Wojtiła tenha sido uma solução de compromisso e constituiu uma surpresa. No fundo, foi o Papa mais novo desde Pio IX. No entanto, tornou-se o Papa cuja acção foi mais decisiva no século XX: as suas viagens ultrapassaram em número e extensão as de todos os antecessores juntos, reunindo sempre multidões; para muitos tem o carisma do Papa João XXIII; participou em eventos ecuménicos (foi o primeiro a pregar numa igreja luterana e numa mesquita, o primeiro a visitar o Muro das Lamentações, em Jerusalém); procedeu a numerosas beatificações e canonizações; escreveu 14 encíclicas;

Com mais de 26 anos, foi o terceiro mais longo da história da Igreja Católica. Alguns números que se destacam são o de viagens pastorais fora da Itália (mais de 100), cerimónias de beatificação (147) e canonizações (51), nas quais foram proclamados 1.338 beatos e 482 santos.

A primeira visita de João Paulo II a Portugal (12 a 15 de Maio de 1982) ocorreu um ano após o atentado de que foi vítima em 13 de Maio de 1981. Em 2 de Março de 1983 fez escala em Lisboa na viagem à América Central. De 5 a 13 de Maio de 1991 esteve nos Açores, na Madeira, Lisboa, e novamente em Fátima. Uma outra visita, em que beatificou os videntes de Fátima, teve lugar em 12 e 13 de Maio de 2000.

Redigiu catorze encíclicas do seu pontificado, que são:
1."Redemptor Hominis" ("Redentor do Homem") - 4 de Março de 1979
2."Dives in Misericordia" - 30 de Novembro de 1980
3."Laborem Exercens" - Sobre o trabalho e na comemoração do 90º aniversário da encíclica "Rerum Novarum" do Papa Leão XIII - 14 de Setembro de 1981
4."Slavorum Apostoli" ("Apóstolos dos Eslavos") - Comemoração dos Santos Cirilo e Metódio 2 de Junho de 1985
5."Dominum et Vivificantem" ("Senhor e Dador de Vida") - 18 de Maio de 1986
6."Redemptoris Mater" ("Mãe dos Redimidos") - 25 de Março de 1987
7."Sollicitudo Rei Socialis" - Sobre assuntos sociais - 30 de Dezembro de 1987
8."Redemptoris Missio" - Sobre a validade permanente do mandato missionário 7 de Dezembro de 1990
9."Centesimus Annus" ("Centésimo Ano") - No 100º aniversário da encíclica "Rerum Novarum"; sobre o capital e o trabalho; sobre o ensino 1 de Maio de 1991
10."Veritatis Splendor" ("Esplendor da Verdade") - Sobre questões de moral da Igreja 6 de Agosto de 1993
11."Evangelium Vitae" ("Evangelho da Vida") - 25 de Março de 1995
12."Ut Unum Sint" ("Que Sejam Um") - Empenho no ecumenismo - 25 de Maio de 1995
13."Fides et Ratio" ("Fé e Razão") - condena o ateísmo e a fé sem razão e afirma a posição da filosofia e razão na religião 14 de Setembro de 1998
14."Ecclesia de Eucharistia" ("Igreja da Eucaristia") - 17 de Abril de 2003

Via Wikipedia

O Papa Ioannes Paulus Secundus, faleceu dia 2 de Abril de 2005, aos 84 anos de idade, às 20h37min (hora de Lisboa, Portugal), no seu apartamento, cidade do Vaticano, Vaticano, Itália.
Publicado por Francisco Martins às 23:53
Link do post | Comentar | Adicionar a favoritos
|
------- ALENQUER - PORTUGAL ------- ----------- Francisco Martins ----------- ---------- as1403052@sapo.pt --------- ----------- Carlos J Ferreira ----------- --------- carlos@ferreira.com --------

Translate to

English

Agosto 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
19
20
26

Temas

alenquer

autocaravanismo

benfica

blogs

bulgaria

caricaturas

croacia

desporto

egipto

espanha

fotos

frança

grecia

humor

internacional

italia

livros

mulheres

nacional

nd

ota

pessoal

polonia

romenia

varios

todas as tags

Arquivos

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Posts recentes

Recantos

«tão importantes são os p...

5 - O cantinho Benfiquist...

A Insanidade ao seu mais ...

Confusão

Uma magnífica ideia para ...

É já depois de amanhã

Leste

4 - O Cantinho Benfiquist...

Setúbal não é a Rua Soeir...

webstat

mais sobre mim

blogs SAPO

subscrever feeds